💥O portátil do Biden, a minha conta do Facebook e a censura🔥

Tempo de leitura: 6 minutos

O papel da mainstream e a opinião pública

Em média uma pessoa gasta cerca de duas horas nas redes sociais todos os dias. Eu gasto cerca de 4 horas, desde que deixei de consumir mainstream media, desde há dois anos a esta parte, (principalmente televisão).

Aconselho-vos vivamente a fazer o mesmo, e vão chegar à conclusão que 90% das notícias, não passam de opiniões de “especialistas” pagos, com os nossos impostos ou com o Project Syndicate, que “açambarcou” 508 cadeias televisivas em 156 países, financiados por grandes corporações e filantropos, já por nós bem conhecidos. O slogan diz tudo, “A página de opinião mundial”. Só que não, as pessoas com dois dedos de testa, não seguem a opinião mundial, seguem a VERDADE!

As redes sociais e os colaboracionistas governamentais

Imagine por momentos, se as suas redes sociais onde está inscrito fossem retiradas sem aviso prévio. Isso não só afetaria apenas as suas opções de entretenimento, como também iria retirar o seu direito à liberdade de expressão e sua capacidade de comunicar em tempos caóticos, pelo que estamos a passar. Em escala nacional ou até mundial, isto poderia isolar populações inteiras e ameaçar as suas próprias vidas.
E é isto que os governos ocidentais totalitários, disfarçados de democracias, nos estão a fazer lentamente, eliminando opositores políticos, proibir serviços de redes sociais ou mais grave, colocando funcionários estatais a censurar dentro das plataformas.

Um dos casos mais graves é a rede Facebook, neste momento, que ninguém julgue que não está a ser censurado aos níveis mais baixos que se possa imaginar. Toda e qualquer informação que queiramos passar sobre um tema sobre a busca da verdade, a rede social Facebook tem procedimentos totalitários em parcerias com os governos. Neste momento, o Facebook disponibiliza uma plataforma de registo de funcionários estatais para que se possam inscrever e censurar as oposições políticas. A plataforma de há uns anos a esta parte, já nos tinha habituado a procedimentos que violam largamente a lei, mas desta vez, disponibilizou um documento aos governos (que tivemos acesso a parte desse documento “confidencial”), denominado de Facebook Content Request System, para que qualquer funcionário do governo possa solicitar que, através de um link, o conteúdo de qualquer utilizador possa ser limitado ou suprimido, com a desculpa de desinformação. Isto a ser verdade e a passar-se com o governo português, é uma clara violação ao Regime Geral de Proteção de Dados e ao Artº37 da CRP, “Liberdade de Expressão e de Informação”,  e também no artigo 19º da Declaração Universal dos Direitos Humanos, e europeus em matéria de direitos humanos (artigo 10º da Convenção Europeia dos Direitos Humanos).

Não estamos a falar de funcionários judiciais devidamente habilitados, estamos a falar que, muito possivelmente, nomeações políticas de “jobs for the boys”, possam censurar politicamente e perpetuar a manutenção do poder, e que possam assim aceder a esse portal.

Se isto não fosse suficiente, para os governos totalitários, como o nosso, sobre a capa de apoio à comunicação social, que pagou à Agência Lusa, 80 578 644€ até 2027 e inverteu toda a funcionalidade de uma agência pública de notícias, paga com os nossos impostos. 

Ou seja, uma agência que supostamente recolhia informação e vendia conteúdos a serviços noticiosos, passa agora a “pagar notícias” nesses mesmos jornais. Se isto não é o que parece, digam-me vocês leitores, o que têm visto de notícias repetidamente publicadas em várias páginas dos jornais das redes sociais. Basicamente, a notícia que sai num, saem em todos. Com a agravante que deixamos de ver as notícias assinadas por jornalistas e passamos a ver publicações “por Lusa”. Não seria esta situação, um caso de investigação para a ERC?

O mundo da censura da agenda política Globalista, Totalitária, Marxista, vai ainda mais longe, não permite que temas como, os negócios das vacinas divulgados amplamente por vários deputados europeus, e alguma comunicação social estrangeira, o controlo mundial pelas grandes corporações,  a falsa pandemia covid, que já está demonstrada, com toda a sua falsidade,  a ocultação por parte da comunicação social dos contratos rasurados e ocultados da Sr. Von Der Leyen com o Sr. Albert Bourla, os seus “SMS´s contratuais desaparecidos“,  as mortes súbitas após vacinação ou mesmo o excesso de mortalidade só com cobertura do Página Um e as suas investigações.  Até a assunção da verdade pela diretora da Pfizer em inquérito parlamentar europeu,  o deputado holandês Robert Roos perguntou a Janine Small, se “a vacina da Pfizer foi testada para impedir a transmissibilidade?” 
Nada! Simplesmente nada! A comunicação social está completamente amarrada!

A guerra na Ucrânia divulgada por jornalistas independentes, como Alexandre Guerreiro ou Carlos Fino (gente honesta e arredados completamente da Mainstream Media), que continuam a publicar os factos e a não seguir a agenda corrupta. Os verdadeiros culpados da destruição dos pipelines russos e todas as evidências, são notícias que não podem sequer ser discutidas na Mainstream Media, e é que passam logo a ser esquecidas ou censuradas.

Os temas e as notícias verdadeiramente importantes, não passam nas TVs ou as que passam, são completamente desvirtuadas ou dadas de forma a que um ceguinho consegue mais facilmente entender, pois pelo menos não leva com as imagens falsas de cada reportagem.

Temas como as alterações climáticas (não confundir com geoengenharia climática perpetuada pelas grandes corporações e pelo tio Bill), verdadeiros climatologistas, como o Eng. Climatologista Rui Moura ou o brasileiro Eng. Climatologista Ricardo Felício, que até goza com as ovelhas psicopatas no programa do Jo Soares e explica tudo o que se passou/passa.  Estes são substituídos por especialistas corruptos, para aparecerem na TV com as suas mentiras pagas e os seus 5 minutos de estrelato.

As eleições roubadas a Donald Trump, através das 2000 mulas, (que até já existe em filme). A abertura das portas do capitólio por dentro ou os manifestantes a conversar com a polícia, na maior tranquilidade, para que se pudesse incriminar o Donald Trump.

A fraude das eleições brasileiras por vários métodos, inclusive a votação depois do fecho das urnas ou a alteração do algoritmo de votação, são tudo temas que nunca passarão nas televisões ocidentais.

Portugal e os temas do momento…

Um dos temas em Portugal neste momento, é a alteração da Constituição da Republica Portuguesa, nomeadamente, no seu blindado artigo 27, mas que os nossos políticos do Partido Único da Assembleia da Republica (PUAR), querem destruir, para fugir a passadas e futuras responsabilidades de atropelamento à Constituição e não serem julgados pelos 3 confinamentos ilegais ou o sem número de estados de emergência.

Lei esta, que nos protege sobre Direitos Liberdades e Garantias, e querem “eles” mudar a constituição, para não serem julgados ou tentar desculpar todas as atrocidades Nazis que nos impuseram.

 

E querem ficar surpresos? A Associação Habeas Corpus , a Associação 21|26 , e o nosso Partido Alternativa Democrática Nacional , estiveram no passado dia 1 de Dezembro, dia das comemorações da independência, com mais de 2000 manifestantes, como podem ver nas imagens e mesmo com os estúdios/carros móveis da RTP, para gravação das comemorações/circo oficial, nem sequer apontaram as câmaras para os manifestantes.

Outro dos temas, é a culpabilização do povo europeu, que não faz poupanças. Da guerra na Ucrânia por parte do ataque russo. Isto para justificarem a impressão e lavagem de dinheiro da senhora Lagarde e da União Europeia, fazendo passar a imagem que a culpa é do povo europeu, da Rússia, e a imagem de um “tem de ser, não temos outra solução”, temos de proteger a Europa. E até na rádio a censura não passa ao lado (censura da boa, dizem eles o mais comummente “está a fugir ao tema” ver video).

O problema é que este esquema passa-se em todo o mundo ocidental controlado por George Soros, Bill Gates e Klaus Schwab, e nem os Estados Unidos da América saem ilesos, deste roubo aos contribuintes, veja-se o caso do FTX com Sam Bank-man Fried. E o eliminar da página do Fórum Económico Mundial, que aconselhava os governos a trocar dinheiro FIAT, por criptomoeda FTX.  

Poderia continuar a descrever dezenas de situações, que já não são teorias da conspiração, só tem de desligar a TV e pesquisar na internet em plataformas como o Rumble, o Odysee, em alternativa ao Youtube. Usar a rede social  Truth Social , Telegram, VK, em alternativa ao Facebook, ao Tik Tok ou ao Instagram.

 

Mas uma rede “especial” tem virado a retórica e terminado com a censura, falo-vos da rede do Ellon Musk, que desde que comprou o Twitter ,que passou a divulgar todos os ficheiros de censura e pessoas banidas e que têm nos surpreendido por revelações (que eu pessoalmente já sei há largos meses). Tudo não passou por, controlo das mentes sobre temas da agenda, Shadow Banning de individualidades que iam contra a retórica do sistema.

Temas como os confinamentos, a simples publicação sobre “os assintomáticos, não transmitem vírus” ou o mais polémico portátil do inferno (“Laptop from Hell” e todos os seus negócios da família Biden que apareceu nas eleições de 2020, e todas as revelações do que se passa no mundo de gente envolvida. As publicações eram pura e simplesmente banidas ou até congeladas as contas dos utilizadores. É tão grave tudo o que se passa que, até já existe um filme 100% verídico e documentado, que estreou no dia 7 de Setembro de 2022, â€œMy son Hunter” e onde a empresa globalista Netflix se recusa a passar.

Toda a Mainstream que vocês consomem, sempre falaram de â€œrussian disinformation”(video) .

Então e perguntam vocês?

O que tem o portátil do Hunter Biden a ver com a tua conta do Facebook?

Todos estes temas referidos em cima, inclusive o portátil do Hunter Biden, tem sido alvo de censura.

A máquina trituradora globalista tem sido extremamente eficaz em silenciar toda a oposição. Eles nem sequer permitem a discussão dos temas. Bloqueiam gurus nos temas, como Robert Malone, o criador da tecnologia MRNA e bloqueiam toda a gente que publique estes vídeos . Bloqueiam também qualquer individuo que faça referência contrária à agenda globalista da Nova Ordem Mundial, representado pelo World Economic Forum e seus pupilos governamentais (Ex: Jacinda Ardern,  António Costa, Justin Trudeau e mais de meia centena de lideres governamentais). E este foi o caso, o Sr. globalista Mark Zuckerberg ou um funcionário estatal do governo português, eliminou por completo a minha conta do Facebook, por ter publicado vídeos que na verdade se vêm a comprovar ser verdadeiros.

Da teoria da conspiração aos factos, passamos de dois anos a duas semanas e tu só não sabes de todas as verdades, se não quiseres.

E julgam vocês que vivemos numa democracia? Eu acho que vivemos numa rede de negócios corporativos…

 

Autor

  • Nuno Pereira

    Eng. Informática / Especialista SEO
    https://www.facebook.com/nunomatospereira/
    https://twitter.com/matospereiracom
    https://truthsocial.com/@nunopereira

As tuas liberdades, direitos e garantias estão a ser violadas.

O ADN é o único partido que nunca permitirá que mexam nas leis fundamentais.