Des”UNIR”!!! E eu que só queria chegar a horas ao trabalho!

Tempo de leitura: 3 minutos

Quero desde já informar que, acedemos ao pedido do Sr. Presidente e demos-lhe o tempo que nos pediu (duas semanas), para não sermos acusados de “papagaios”. Mas também queremos informá-lo que, o Sr. Presidente de Junta de Gaia (que foi nisto que tornou a cidade) e da área metropolitana do Porto, não se absteve de destruir a cidade de Gaia em termos de vias de circulação viária (são gincanas diárias entre buracos) e agora destruiu a rede de transportes públicos de 17 concelhos. Relembramos que o senhor não é nada mais nada menos um funcionário da população e que estes não podem ser insultados por um funcionário com tiques autocráticos. Lembre-se que nós como seus patrões já pedimos duas vezes para o senhor que preside a sua Assembleia Municipal o demitir.

Poderíamos colocar aqui testemunhos das redes sociais, de pessoas reais, da vida real, mas não vale a pena, pois basta pesquisar por “reclamações UNIR” em qualquer rede e percebe-se a desgraça.

Queremos também lembrar o Sr. Presidente da Junta de Gaia que não estamos a pedir que o Sr. Presidente dê um carro elétrico a cada família, estávamos somente a pedir que a rede de transportes na área metropolitana do Porto, as suas carreiras e os seus horários se mantivessem como anteriormente. Não é que fosse boa, (esta rede já era péssima), mas sempre era melhor que este desastre.

Sr. Presidente, você que se desloca numa viatura oficial camarária, por certo não se deu conta dos alunos Gaienses que esperam horas a fio por um meio de transporte que os possa levar à escola e os trazer de volta a casa.

Essa consciência (que não a deve ter e não lhe incomoda) não o devia deixar dormir em paz no seu travesseiro.  O Sr. tem Utentes UNIR a reclamar devido a facto que maioria dos horários das carreiras não serem realizados, questionam os motoristas que não respondem, porque não sabem o dialecto Português ( não sabem Português e nem os percursos).

Dirijo-me agora aos Utentes da UNIR, que gostam de fazer manifestações, mas gostam de as fazer sozinhas e apartidárias. Os partidos fazem parte da sociedade, e não, não somos todos iguais, somos um grupo de pessoas que trabalha e é voluntária num partido que olha para as pessoas como olhamos para nós. Não temos comunicação social, mas estamos ao lado das populações, desde que elas queiram.

Em conjunto nestas situações, e percebemos que existe gente que sofre o mesmo que nós, que tem diferentes ideias das do socialismo nepotista e que pode dinamizar e facilitar a vida das populações, com politicas simples e sem gastos contratuais astronómicos. Sim, há pessoas voluntárias que vivem para a sociedade, não procuram “poleiros políticos”.

Os Utentes da UNIR da Área Metropolitana do Porto já pensaram em pedir indemnizações pelo danos causados nos Vossos trabalhos ou prejuízos referentes a falta de transportes? Pois é …

E pergunto novamente ao Sr. Presidente da AMP se vai dormir com uma mente limpa? Sabendo que motoristas das empresas que operavam na AMP e que não lhes foi aplicado a lei da transmissão de estabelecimento.  

Vai o Sr. Presidente salvaguardar os postos de trabalho dos motoristas? Conforme o Sr. o declarou?

Vai pagar as coimas do fardamento dos motoristas?

As coimas das viaturas com a mesma cor?

As coimas pela falta de viaturas nas carreiras?

Vai pagar tudo isto ou é o erário público, o dinheiro das pessoas que pagam e não andam no carrocel?

E nem queremos tocar no assunto das matriculas dos veículos … Enfim.

Resumindo esta salgalhada toda, Sr. Presidente onde esta a ser cumprido todos os pontos dos contratos assinados com as novas empresas que passaram a operar na AMP?

Sabemos que não vai fazer nada disto e se não bastasse a gestão de 10 anos desastrosa de “CONTAS NO VERDE”, “CONTAS NO VERDE”, “CONTAS NO VERDE”, “CONTAS NO VERDE”, HÁ MUITO QUE AS CONTAS ESTÃO NO VERMELHO, (não passa de campanhas feitas na comunicação social), as condenações efectivas de elementos do seu executivo e da sua pessoa, era alturinha do seu presidente de Assembleia Municipal o demitir. Infelizmente a vergonha na cara e o dever cívico é uma coisa que não assiste ao Executivo Municipal e Camarário desse Município.

 
 

 

 

As tuas liberdades, direitos e garantias estão a ser violadas.

O ADN é o único partido que nunca permitirá que mexam nas leis fundamentais.

Junta-te a nós e saberás como ser um resistente às políticas globalistas.