Audições no congresso EUA – A fraude que parou o mundo.

Tempo de leitura: < 1 minuto

2020 – O ano da mentira (Artigo em atualização)
Governos estão a ser questionados sobre a sua participação no maior esquema fraudulento do mundo.
Finalmente a verdade está a chegar à tona, o verdadeiro vírus é composto de médicos corruptos e governantes corruptos e farmacêuticas sem escrúpulos.
Veja os vídeos, depois partilhe e denuncie a corrupção por detrás do vírus.

 
 

 

 

Como testemunhas estava o Dr. Robert Redfield, ex-diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, enquanto conversava com Marjorie Taylor Greene, disse que o vírus Covid-19 foi alterado em laboratório.

Greene perguntou se isso era algo que estaria de acordo com o ganho da pesquisa de funções,ao qual Redfield respondeu “Sim.”

 
 

 

 

Os laboratórios serviram como desenvolvimento de ganho de função.

As publicações cientificas foram falseadas.
Estas audições mostram todas as relações entre CDC, NIH, Eco Health Alliance, OMS e o laboratório de Wuhan.

 
 

 

 

A Fox news é a única cadeia televisiva Norte Americana que divilga todos os factos das audições do congresso.

Com os títulos “Está tudo a sair cá para fora”, os noticiários da Fox News demonstram todo o plano maquiavélico mundial, liderado pelo Dr. Fauci, Bill Gates e a Organização Mundial de Saúde.

A representação na OMS pelo médico português Ricardo Baptista Leite, deputado do PSD na Assembleia da República, que está extremamente preocupado com a implementação da alteração da CRP, juntamenta com a sua parceira Marta Temido, para que assim, consigam esconder todos os abusos que cometeram, durante a suposta pandemia.

Mesmo após o escândalo do Reino Unido dos Lockdown Files onde toda a sociedade está em convulsão, não existe nenhuma referência na comunicação social portuguesa. (clique na imagem e siga toda a história)

As tuas liberdades, direitos e garantias estão a ser violadas.

O ADN é o único partido que nunca permitirá que mexam nas leis fundamentais.

Junta-te a nós e saberás como ser um resistente às políticas globalistas.